quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

TREINO DE GUARDA-REDES

O Treinador de Guarda – Redes tem um papel cada vez mais fundamental

no sucesso do guarda – redes de Futebol!

Esta é uma verdade no nosso mundo futebolístico.


_ video


O trabalho do treinador de guarda – redes não deve nem pode ser só aquecer o guarda – redes para os treinos e jogos! O treinador de guarda – redes tem que ser um cúmplice poderoso no aperfeiçoamento da qualidade do guarda – redes e tem que ser um elemento activo e fundamental numa equipa técnica.


Relacionamento com o Guarda–Redes:

· Analisar fria e concretamente as qualidades e defeitos do guarda – redes

· Delinear metodologicamente o que é melhor para os guarda – redes

· Desenvolver laços de amizade com os guarda – redes admitindo que ser amigo é ser sério, directo e realista por muito que a verdade custe.

· Expressar a presença não só nos bons, mas principalmente nos maus momentos. Quer com o guarda – redes que joga como com os que não jogam.

· Tratar todos os guarda – redes de igual forma! Capacidade de justiça tem que ser uma característica do treinador de guarda – redes.

· O treino, a nível do comportamento de cada guarda-redes é diferente.

· Criar objectivos realistas para a época.

· Estabelecer ligação entre o trabalho do guarda – redes com a restante equipa.

· Emocionalmente os guarda-redes têm de ser frios, super concentrados e capazes de dar sem muitas vezes receber.

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Orientação Nutricional

Quando há um ritmo intenso de actividade física, com treinos regulares diários, um cuidado maior na alimentação deve ter-se em conta.

- aumentar a ingestão de água, principalmente durante e após o treino;
- consumir maior quantidade de fontes de carboidratos (massas, cereais em geral, pães, etc);
- evitar gorduras sob todas as formas (maionese, enchidos, queijos amarelos, etc)
- não exceder no consumo de proteínas (carnes, leite e derivados, ovos etc)
- ingerir boas fontes de fibra nas refeições (cereais integrais, pão e arroz integral, etc), uma vez que estas têm efeito de propiciar uma libertação mais lenta da glicose para o sangue, fornecendo energia ao organismo de forma gradual, o que é extremamente favorável para o atleta;
- evitar o excesso de açúcar e/ou alimentos açucarados (o mel tem sido estudado como uma forma melhor de repor energia para o atleta do que o açúcar branco);
- evitar o sal em excesso, pois o mesmo aumenta a necessidade de água pelo organismo;
- evitar bebidas gaseificadas (refrigerantes);
- abusar do consumo de frutas, legumes e verduras;
- ingerir produtos lácteos (leite, iogurte, coalhada ou queijo branco);
- cuidado com molhos picantes e gordurosos;
- na véspera da competição, ingerir grande quantidade de massas e reduzir ainda mais o consumo de gordura;
- Após a competição, não ingerir alimentos ricos em gordura ou proteínas, dando preferência a frutas (principalmente ácidas), hortaliças e fontes de carboidratos (massas, cereais em geral, pães, etc);
- evitar bebidas alcoólicas, principalmente próximo às competições.

Fonte: www.medicinaealimentacao.com

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Vitor Baía é o melhor


Vítor Baía surge no 18.º lugar na lista de melhores guarda-redes português numa classificação da Federação de História e Estatística de Futebol (IFFHS) que analisa os últimos 23 anos (1987 a 2009) liderada pelo italiano Gianluigi Buffon. Ricardo surge no 57.º posto.

A votação oficial para o "melhor guarda-redes do mundo do Século" tem sido realizada através da participação de jurados selecionados de quase todos os países. Isso foi feito por meio de uma lista de candidatos que se classificou com antecedência através dos votos dos seis continentes do futebol da Europa, América do Sul, África, Ásia, Oceania, América do Norte e Central e Caribe. Nas votações continentais - os jurados só tinham direito ao voto para os guarda-redes de seus próprios continentes. As votações para os guarda-redes do século continentes do futebol e do mundo, bem como as suas honras levar em consideração o período entre 1900 a 1999 e estão publicados no web site www.IFFHS.de


Classificação:
1. Gianluigi Buffon (Itália), 87 pontos
2. Iker Casillas (Espanha), 73
3. Peter Schmeichel (Dinamarca), 69
4. Oliver Kahn (Alemanha), 62
5. Edwin van der Sar (Holanda), 60
6. José Luis Félix Chilavert (Paraguai), 58
7. Walter Zenga (Itália), 55
8. Petr Cech (República Checa), 50
9. Michel Preud'homme (Bélgica), 43
10. Cláudio André Taffarel (Brasil), 40
11. David Seaman (Inglaterra), 38
12. Fabien Barthez (França), 37
13. Andoni Zubizarreta (Espanha), 35
. Nélson de Jesus e Silva "Dida" (Brasil), 35
15. Rinat Dasaev (Rússia), 27
16. Sérgio Javier Goycochea (Argentina), 26
17. Johannes Franciscus van Breukelen (Holanda), 23
18. Peter Shilton (Inglaterra), 22

. Vítor Baía (Portugal), 22

20. Andreas Kopke (Alemanha), 21
. Francesco Toldo (Itália), 21
(...)
23. Jean-Marie Pfaff (Bélgica), 19
26. Thomas Ravelli (Suécia), 17
28. Jens Lehmann (Alemanha), 13
. Rogério Ceni (Brasil), 13
. José Manuel Reina (Espanha), 12
37. Bernard Lama (França), 8
. Harald Schumacher (Alemanha), 8
48. Víctor Valdés (Espanha), 5
57. Ricardo (Portugal), 4

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Qual o melhor Guarda-Redes Gaiense da Divisão Honra da AF Porto?


Olá maltinha,
uma forma de tornar o meu blog mais interactivo é colocar estas sondagens, de modo que cada um manifeste a sua opinião. Assim sendo proponho que assinalem o vosso Guarda-Redes Gaiense preferido da Divisão Honra da AF Porto?

a lista é a seguinte:

Paulão (Grijó)
Helder (Grijó)
Cesar (Arcozelo)
XAVI (Arcozelo)
Fernando (Avintes)
Ricardo (Avintes)
Rui Leite (Sandim)
Nuno Anselmo (Sandim)
Clemente (Canidelo)
Filipe (Canidelo)